Sunday, August 09, 2009

Pram - Live (part 1)

5 comments:

Anonymous said...

Parei no bill halley e seus cometas. Seus, dele, claro. Evidentemente que minha máquina que não abre Utube ajuda minha ignorância. Estou comendo balas Butter Toffees, o que é o mesmo que proceder a um discreto suicídio. Estou escrvendo de Anavilhanas, em frente de Manaus.
38 graus, e o dia mal começou. Tenho família em Tupinambarana. Lá faz 40 graus neste momento. O fato de não ter nascido na Europa Setentrional é algo que nunca perdoareia a meus pais. abs,joseph

sol-moras-segabinaze said...

Butter Toffees, também conhecida como "arranca dente".

Entre os 40 graus acima e os 40 graus abaixo, o que o caminho do meio receitaria? 0 graus? É frio pra chuchu, que dá na serra tanto quanto em São Paulo o picolé rima com cré.

Créu.

Anonymous said...

Aqui no médio Amazonas não tem problema a bala arrancar dente porque dente aqui a gente nem tem.
É uma espécie de evolução da espécie prevista para milhões de anos à frente que a gente apenas antecipou. Tupinambarana é também conhecida como ilha das onças. Tupinambarana quer dizer falso tupinambá, o que se depreende que os tupis tinham mais sentido de realidade sobre o caráter europeu recém chegado do que os próprios.
Aqui no norte é tudo uma coisa só:
Barbalho, Sarney, Jucá, Amazonino, tudo se aproveitando do fato da população não ter dente pra dar dentadura nas eleições. Século 21, século 20, século 19, porque aqui também os séculos são todos iguais.
Abs, Joseph

sol-moras-segabinaze said...

"A Amazônia é nossa!", não há como negar.

Anonymous said...

Joseph, já passei uma vez por Tupínambarana. Uma só, porque ninguém é louco de passar duas vezes por Tupinambarana. E era de noite, num daqueles barcos da Enasa que iam de Belém pra Manaus levando hordas de velhinhas aposentadas que iam jogando buraco all day long. Volta e meia afunda um. Eu solto fogos. Abraços, Helio