Tuesday, August 04, 2009

O final do Gênesis

Depois de quase 147 anos, a vida de Jacó (Israel) se aproximava do fim e ele pediu a José que o enterrasse não no Egito, mas em Canaã junto aos seus pais. Israel (Jacó) então abençoou os filhos de José - Efraim e Manassés - prevendo que os dois iniciariam uma grande descendência. Como a igualdade só funciona mesmo no estabelecimento das regras, o patriarca ressaltou que a prole de Efraim seria maior. Sua sabedoria centenária beirava a vidência e ele também profetizou, um pouco antes de morrer, o futuro dos 12 patriarcas de Israel e de seus povos. Os médicos o embalsamaram em 40 dias e os egípcios guardaram luto por outros 70. As coisas eram menos corridas naquela época. José então levou o corpo do pai até Canaã e perdoou os irmãos, que disseram: "Somos teus servos". No que José respondeu: "Não tenhais medo! Estou eu, por acaso, no lugar de Deus?" Imagino que não. "José morreu no Egito aos 110 anos; foi embalsamado e posto num sarcófago no Egito." E assim termina o Gênesis, não a banda, o primeiro capítulo da Bíblia.

2 comments:

Eduardo said...

Caro Sol. Nunca tinha lido a Bíblia e não sabia que o roteiro era tãaao estranho... o texto está bom demais.
Abraço, Pinha

sol-moras-segabinaze said...

Valeu, irmãozinho.