Monday, July 06, 2009

Usando expressões em inglês

You know, maaaaan... O dia inteiro na internet, no orkut, no twitter ou no facebook. Lendo livros em inglês porque eles ainda não existem em português. Assistindo aos filmes com legendas, porque dublagem é contravenção só permitida aos desenhos animados. Seriados americanos, como assistir a novelas depois do Sony Entertainment Television? Oh boy, these pretzels are making me thirsthy! Os piores pesadelos nazionalistas se realizam, deveríamos estar imitando o Guimarães Rosa ao invés do J.J. Abrams, sô! Então algum comunista do Brasil baixa uma lei proibindo essas expressões, onde o imperialismo lingüístico vai parar? Não basta lotarmos os cinemas pra ver o Ice Age 3 com óculos 3D, temos que preservar um dos símbolos da pátria junto com a caipirinha, o futebol e os professores marxistas de História. A caipirinha não precisa de reserva de mercado, como os bares que cobram e vendem a maledeta por 10 pilas bem sabem. A língua é viva, como o mercado. É espontânea, como a mão invisível. Então encontrei com um venezuelano que contava as maluquices do seu presidente: "Alca, al carajo!" Mas fiquei com vergonha de gastar o portunhol, me gusta mucho más lo inglês. Si, motherfucker, yo soy un bananeiro colonizado pelas Desperate Housewives, pelos perdidos en la noche de Lost e pelas comédias românticas do Ben Stiller, Vince Vaughn et caterva. D' you know what I mean, maaaaan?

1 comment:

moscaazul said...

hahaha