Tuesday, July 14, 2009

O idealismo

"Os católicos parecem mais desapegados disso, focados que dizem estar no 'amor ao próximo'. Isso é bonito, mesmo que muitas vezes inaplicável." Se certas pessoas não merecem o amor alheio, isso certamente não invalida o ideal. Se o realismo joga com as circunstâncias atuais, o idealismo propõe algo que é atemporal. É o idealismo que faz um atleta treinar em busca de aperfeiçoamento. É o idealismo que faz um cidadão estudar e se esforçar pra compreender minimamente o mundo. É o idealismo que faz alguém se engajar na causa que seja. Claro que ser "idealista" não absolve ninguém de antemão. Os nazistas e os comunistas também eram idealistas. Então os diversos tipos de idealismo se chocam com a realidade, tentando alterá-la ou, ao menos, aperfeiçoá-la. Um dos motivos que fazem o debate de idéias ser tão crucial é a identificação correta das causas mais importantes a serem defendidas. Quando se ouve por aí que o idealismo acabou e que as pessoas "só pensam em dinheiro", pode ter certeza de que se trata de alguém desiludido com a própria causa ou com a resposta que ela obteve na realidade. O idealismo não vai acabar nunca, porque o homem é um eterno insatisfeito. Se por um lado isso o angustia, por outro o afasta da estagnação.

2 comments:

loftarasa said...

porra, sol. seu blog é muito foda! preciso comentar mais frequentemente, mas tem muito combustivel pra reflexão aqui.

abraço!
andré

sol-moras-segabinaze said...

Poxa, muito obrigado.

Apareça sempre.