Wednesday, March 10, 2010

Política: a arte do almoço grátis impossível

A política funciona assim: uma galera se reúne pra reivindicar os seus direitos. Quais? Sei lá, o direito de estacionar no shopping de graça. Então o político X na câmara de vereadores Y pensa: "Vou criar uma lei obrigando os shoppings a fornecerem vagas sem cobrar por elas. É genial, porque vou poder dizer que garanti esse 'direito' e ficar bem na fita com esses eleitores." Só que essa vaga não caiu do céu, há um custo por aquele espaço e a sua manutenção que, pro político, não faz a menor diferença porque não é ele quem vai pagar. Ele faz a sua demagogia com o dinheiro alheio e isso é, em essência, o que fazem os políticos e as suas leis maravilhosas: tiram de uns pra dar pra outros, cobrando uma generosa comissão no meio do caminho. Como os recursos são escassos, o que acontece nesse intervencionismo é uma guerra de todos contra todos pelo almoço grátis que não é grátis porque tem sempre alguém bancando a refeição. No caso dos shoppings, esse custo vai ser repassado pras lojas, que - por sua vez - vão repassar pro preço dos seus produtos. Ou seja, a sensação de almoço grátis que o motorista teve ao estacionar ali é anulada pelo aumento de preço dos produtos que ele vai comprar dentro do shopping. A lógica econômica é uma coisa maravilhosa que te liberta de um monte de incompreensões. Recomendo. (http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=535)

2 comments:

Eduardo said...

E tem mais, no caso do seu exemplo. Se o estacionamento é "grátis" ele será pago por todos que usam o shopping, tenham eles chegado de carro, ônibus ou a pé.

sol-moras-segabinaze said...

Bem observado.