Thursday, March 18, 2010

O barco do pau oco

Se você tivesse de escolher entre salvar a vida de 100 desconhecidos e a vida de uma pessoa que você ama, o que você escolheria? Você pensa primeiro em si mesmo e nos seus, não se sinta culpado por isso, todo mundo é assim, até o santo do pau oco. Gostei do about me do @ronaldrios: "Trabalhando honestamente por um mundo melhor (para mim)." É isso aí, cuida da sua vida e dos seus que eu cuido da minha e dos meus. Se quiser ajudar, ótimo, te ajudo também. Se os seus interesses forem na mesma direção que os meus, a gente faz um negócio. A sociedade das relações voluntárias é um bom ideal complicado de alcançar, porque um cara pode não concordar com o fato de você fumar maconha, por exemplo. Beleza, direito dele, maconha tem mesmo os seus problemas, na casa dele não pode fumar, beleza. Mas você acha que tem o direito de dizer se eu posso fumar na minha casa? Isso não lhe parece um tanto... autoritário? Desculpa, não quero ferir os seus sentimentos. Essa bandeira dos liberais joga o jogo da esquerda na guerra cultural? Tudo bem, eu discordo de você, colega conservador, como discordo dos socialistas também. Você passa a discordar de um monte de gente e a enfrentar um monte de oposição quando decide defender uma visão de mundo, é assim mesmo. Quando você não defende nada além do que te beneficia diretamente ou fica navegando de um lado pro outro a favor da maioria, você tem os seus momentos de dúvida e angústia, não tem? Claro, todo mundo tem, fala sério.

4 comments:

Samir Sina said...

Isso é uma referência ao Olavo de Carvalho?

sol-moras-segabinaze said...

Não especificamente.

Haemocytometer said...

É, mas o que você escreve aqui dirige-se mais aos 100 desconhecidos do que à pessoa que você ama, Tavares! :) Bom dia

sol-moras-segabinaze said...

Será? Mas Tava, eu sei que você respondeu ao dilema, mesmo que mentalmente. Bom dia.