Tuesday, September 01, 2009

178

Tava discutindo altas questões complexas relacionadas com a existência do estado, quando a natureza me chamou pra uma tarefa aparentemente mais simples: fazer o número 1. Distraído e imerso em meus pensamentos que certamente irão alterar o curso da humanidade, nem me toquei que o curso dado pelo meu camarada atingiu, ao invés do vaso, a minha perna. Isso coloca as coisas em perspectiva, não é verdade?

2 comments:

Sebastian Volta said...

Se o ser humano não consegue guiar o próprio mijo, imagina o Estado guiar uma nação inteira!

sol-moras-segabinaze said...

hehe