Friday, February 12, 2010

O controlismo

Acusar o PT de querer o fascismo, socialismo ou comunismo desvia do importante. O cara pode dizer que o comunismo acabou, que o socialismo é o inverso do que é de verdade e que o fascismo da Itália da década de 1930 era diferente do Brasil de 2010. Não interessa o ismo, o que pega é a concentração de poder, a possibilidade que você dá ao governo de arbitrar sobre todos os aspectos da sua existência. O presidente podia ser o São Francisco de Assis, mas você sabe que o São Francisco de Assis é uma idealização, não é real. Veja que eu trato do Real aqui. Obra do FHC e daqueles economistas da PUC, o PT era contra. O PT está a todo momento tentando aprofundar um controle que já é imenso e, se não houver uma oposição, eles vão conseguir. Parece bombástico demais? Mas é que a coisa vai aos poucos mesmo, o controlismo é sorrateiro. O cara que tá paz com o que tá acontecendo agora não vai gostar depois, a não ser que faça parte da máfia. Sério, o governo em si já é uma máfia, comandado pelo PT vira uma máfia russa, que se assemelha à máfia italiana mas não tem aquele senso de humor sabor pizza.

2 comments:

Solano said...

Sol:

Nenhum liberal gosta muito de Platão. Entendo por quê. Mas, se você der uma olhada na República, a partir do Livro VIII (acho), quando se discutem as formas de governo e o caráter dos grupos que dela fazem parte, há o esquema de como se dá a passagem da democracia para a tirania. Essa passagem é feita e bancada por umas figuras denominadas "zangões" ou "vespas" (acho que esta última tradução é a mais acertada), que vivem do populismo e da expropriação como meios para atingir a concentração de poder.

Dê uma lida, se estiver interessado. O PT todinho está ali. É impressionante.

Abraço.

sol-moras-segabinaze said...

Ouço falar disso, como ouço falar das associações entre Platão e Santo Agostinho de um lado e Aristóteles e São Tomás de outro.

Boa idéia pra um post, aliás.