Thursday, May 20, 2010

A reunião de condomínio

Muito legal a reunião do condomínio. Legal quando a coisa acaba bem e você tem muito o que pensar sobre aquele evento raro. Raro pra mim, por isso tão valioso. Quer dizer, ser raro não garante que a coisa vá ser valorizada, a síndrome de Marfan é rara e nem por isso as pessoas a valorizam. Não, esse não foi um bom exemplo, a pessoa não escolhe (valoriza) ser portadora de uma síndrome, ela vem dentro do pacote que é você, que vai ter que tentar fazer o melhor possível com esse pacote de talentos, circunstâncias e limitações. Mas do que eu tava falando mesmo...? Da reunião do condomínio. Muito profissional, exibição de Power Point com as realizações, projetos e contas da dupla de síndicas. Elas não aparecem na foto, infelizmente. Um time afiado em busca de um objetivo. Claro, todos estavam ali com objetivos e prioridades. Uma quer resolver o pinga-pinga (nome de gato) dos ar-condicionados, a outra o problema do quarto cheio de mofo onde um porteiro mora (o que causou as mais variadas interpretações) e o outro o barulho do vizinho ensaiando baixo (baixas frequências vão longe, man). Todos atrás dos seus próprios interesses e também dos interesses dos outros, porque interessa a todos valorizar o lugar onde moram. Um condomínio é um retrato da cooperação voluntária (mercado), por mais que às vezes os interesses não se encontrem e você tenha que recorrer a um juiz externo (estado). Depois converso com vocês sobre isso, anarcocapitalistas.

3 comments:

Anonymous said...

Não deixem o editor demitido por Veja fazer a pauta da reunião!

sol-moras-segabinaze said...

hehehe

rodrigo.feijao said...

heheh cara, nem me fala em reunião de condomínio... se vc é locatário, é ´imposto sem representação´ total... pegar em armas é a única saída! : P

abs