Thursday, September 16, 2010

Ou vendo Radiohead, certamente ouvindo

Eu devia escrever mais sobre futebol, falar do Flamengo e das particularidades de cada time, sei lá se cada time é tão particular assim, claro que é, se fossem iguais teriam o mesmo nome, veja então o Flamengo do Piauí e o Botafogo da Paraíba, você tem que aparar melhor as arestas do seu discurso, meu bom. Tinha uma outra parada muito maneira que eu ia falar, mas esqueci. Claro que tem patrulha pra tudo, cê acha que na época do Elvis não rolava patrulha, na época dos Beatles não rolava patrulha? P-A-T-R-U-L-H-A. Patrulha do Espaço, não vou me esquecer de você, com suas navezinhas meio Jetsons, porque a Patrulha do Espaço precisa de portabilidade e mobilidade, como um anúncio de celular. Claro que somos acidentes esperando pra acontecer, isso é genial, porra. Imagina a probabilidade daquele espermatozóide penetrar naquele óvulo? Estamos acontecendo. It's gonna be a glorious day. Não, só vou escrever aqui coisas que aperfeiçoem a sociedade brasileira, nada dessas veleidades pessoais, se controle, homem. "Na vida privada temos o direito à diferença. Na vida pública, o propósito da organização social é a igualdade de todos perante a lei." Isso é o que se vê? O que se vê e o que não se vê, mais um pouco e rola uma concretude poética. "A vida privada se constitui em torno do reconhecimento da diferença e da liberdade de cada um em construir seus próprios valores. Uma pessoa pode achar mais importante ganhar dinheiro, e outra estudar. O resultado é que elas certamente serão desiguais no estilo de vida e, naturalmente, na quantidade de bens que irão amealhar." Alguém digitou "compare fascismo com o liberalismo" no Google e foi parar no meu saite. Desista, amigo. Claro que a TV é um instrumento pra se chegar à verdade, ela não é a verdade, sei que todos aqui entendem essa diferença. Diminuiu, mas... Veja como é curioso o sobe e desce dessa palavra "Diminuiu". Como eu ia dizendo, rolava uma coisa meio "odeio TV" um tempo atrás, ainda rola mas diminuiu, porque - eis a minha teoria - os comunistas e simpatizantes associavam a TV à TV Globo, dona da maior audiência. Então os comunistas e simpatizantes chegaram ao poder e trataram de encher de dinheiro público a emissora do Edir Macedo pra tentar competir e quebrar o "monopólio" da TV Globo. Comunistas e simpatizantes, como se sabe, só aceitam um tipo de monopólio e não gostam de competição, aliando-se então aos evangélicos, o que só faz crescer em mim a crença de que nos encaminhamos pra uma nova Renascença. Putz, e aquele início de Exit Music (for a film) que fica só o Thom no violão e o cara no seu cangote tentando cantar junto no seu ouvido? E puxando palma fora do tempo? É a Patrulha da Platéia, se esforçando pra tornar melhor essa experiência, distribuindo shhs desde a Blitz no Canecão em 1984. Tá bom, né?, já escreveu demais. Não, o show não acabou. I do not / understand / what it is / I've done wrong. Pensa mais um pouquinho que você entende. This one is for Franz Kafka... He's dead, but, anyway... We love you!... Shhh! "Ator, para mim, tem que dar a bunda." Tratava com a mesma dureza as mulheres, mas era compreensiva com os travestis. "As pessoas têm de ter paciência com as ‘meninas', entender que elas querem ser femininas e por isso não é fácil bancar a ativa diante da câmera." É, amigo, num tá fácil pra ninguém.

3 comments:

Anonymous said...

Essa é da boa, mermão. Adquiri uma assim no Maranhão e foi demaaais! Levei papo com umas vacas que tinha num pasto artás do hotelzinho, elas ficaram um tempão escutando, tudo gente fina, depois um cara me falou - sujou, bró, essa aí é a filha do homi!

Anonymous said...

Ei, Sol, conheço aquela garota mexendo no forno!

sol-moras-segabinaze said...

Essa é da boa também.