Friday, November 20, 2009

Mania de ser diferente

Algo de que sou "acusado" desde quando me lembro. Enquanto cresci dividido entre pessoas que reforçavam a minha vaga impressão de ser "diferente" e outras que faziam questão de me colocar os dois pés no chão, eu permanecia meio que imerso na minha introversão, numa espécie de auto-suficiência mental que não sobrevive, obviamente, sem o auxílio externo. Então essa "auto-suficiência" é apenas parcial, porque a gente precisa mesmo dos outros. Sem confiança em si próprio não se atravessa nem a rua, mas se todo mundo é "especial" é porque ninguém é "especial". O Nelson Rodrigues dizia que "não se escreve sem que o camarada se tenha em altíssima conta, se ache um gênio mesmo", ou algo parecido. Realmente, por que alguém escreveria se não achasse que tem algo "especial" ou "diferente" a dizer? Me vejo pensando nessas coisas porque tem sempre uma parte de mim dizendo que eu devia parar de escrever, parar de fazer música, parar de me expressar porque não só não faz diferença como é algo deletério pra mim mesmo e praqueles que me cercam. Quem liga pros discos que eu gosto? Quem liga pras minhas jogadinhas de linguagem? Que diferença isso faz no grande esquema das coisas? Nenhuma, ou quase nenhuma. Digo "quase nenhuma" porque nem o mais niilista dos seres pode negar que as pessoas fazem diferença na vida das pessoas. Então eu quero fazer diferença sim. Não com demonstrações vazias de suposta superioridade estética ou whatever, porque isso afasta ao invés de aproximar, mas com algumas idéias importantes que não circulam tanto por aí e que precisam, portanto, de porta vozes.

4 comments:

Ricardo Pitanga said...

fala Sol

Acho que tentar ser diferente faz parte do 'dar sentido a vida'. Todos nós tentamos dizer ou fazer algo que nunca antes fora feito, para que nossa existência tenha sentido.

Eu realmente acho que nossas idéias, que poucos escutam ou entendem, são tão importantes quanto o que dizem os 'grandes pensadores'. Há uma grande verdade na troca em micro escala. Apenas parecem que não surtem efeitos, mas tenho certeza que sim.

Não sei se me expressei bem, espero que tenha captado minha idéia x)

sol-moras-segabinaze said...

Captei e acho que faz bastante sentido.

João said...

"tem sempre uma parte de mim dizendo que eu devia parar de escrever"

Sol, "demita" essa parte hehehe

sol-moras-segabinaze said...

Obrigado pelas palavras, João.