Tuesday, May 31, 2011

A maconha e as ideologias

Rolaram passeatas em favor da descriminalização da maconha com alguns confrontos com a polícia, o que motivou uma outra passeata chamada de Marcha da Liberdade, em que o governo deixou a galera se juntar com cartazes contanto que não usassem a liberdade de mencionar a maconha. Me tornei liberal depois de ficar encasquetado com algumas questões que a social-democracia padrão não era capaz de me responder de maneira satisfatória. Por que o governo me proíbe de consumir isso e aquilo? É pro meu próprio bem? Mas como é que os outros vão saber o que é bom ou ruim pra mim? Se eu quiser consumir algo por livre e espontânea vontade, sem iniciar violência, o que a lei tem a ver com isso? Não seria através do processo de tentativa e erro que a humanidade e a ciência avançam? Se a virtude vai ser imposta sob a mira de uma arma, ela continua sendo virtude? Então juntando dois princípios que sempre me fizeram sentido (1 - a liberdade de um termina quando começa a do outro e 2 - a liberdade tem que ser acompanhada da respectiva responsabilidade), me tornei um liberal favorável não só à legalização da maconha como de todas as substâncias e atos consensuais. Legalizar uma prática é uma coisa, apoiá-la é outra, por exemplo: Ron Paul, o libertário mais famoso dos EUA, é um senhor religioso de quase 80 anos casado há mais de 50 com a mesma mulher que não deve nem saber identificar direito o cheiro de maconha, mas apóia a sua legalização por entender que as pessoas devem ser livres pra cometer os seus erros e acertos, aprendendo no processo. Roubou ou matou pra manter um vício? Vai responder na justiça, liberdade e responsabilidade. Isso não é levado muito em consideração no debate atual, talvez porque esse individualismo diminua o poder político de se interferir na vida alheia, talvez porque se considere que as pessoas não sejam mesmo capazes de cuidar de si mesmas, talvez porque esse papo de liberalismo seja uma utopia maluca contra os pobres, tudo isso junto e misturado faz a discussão ficar polarizada entre os argumentos esquerdistas e conservadores. Conservadores como o Reinaldo Azevedo dizem que o usuário financia a violência do tráfico e esquerdistas como o FHC dizem que o consumo é uma questão de saúde pública. Ambos estão, sob o prisma liberal, errados. O usuário só financia a violência do tráfico porque a maconha é proibida in the first place e nem todo usuário é doente ou quer ser tratado pelo SUS. Entre o remédio e o veneno, a diferença é a dose e cada um deve ser livre pra decidir a própria dose, arcando com as conseqüências da sua escolha. Fora da responsabilidade individual não há salvação, apenas outras pessoas decidindo por você.

35 comments:

Anonymous said...

Walmart da California está vendendo maconha. Não entregam pelo correio.

Anonymous said...

O Bird vai enviar quase meio bilhão de dólares para recuperação da região serrana do Rio. Mas o que isso tem a ver com as drogas deste post? Porque em ambas as situações o poder público vai levar o seu, por baixo do pano.

Anonymous said...

Esqueçam tudo sobre o Brasil. O pior dos nossos males, o pai de todos eles é a corrupção. O TCU pegou Cesar Maia em contas estranhas do Pan. Presos dezenas de policiais que faziam parte de várias quadrilhas que explodiam caixas. Eu disse VARIAS quadrilhas.
Então os caras se organizam para fazer aquilo que deveriam evitar. É inacreditável! Nenhum amigo ou conhecido meu comentou o fato. Caiu no lodaçal do noticiário comum. Não sei se consigo me expressar bem: DEZENAS de policiais da ATIVA, de várias patentes, se uniram para formar QUADRILHAS que explodiam caixas eletrônicos e roubavam o dinheiro. Me repetindo: é inacreditável.

sol-moras-segabinaze said...

Eu concordo que a corrupção é um problemão, só acho que existe um modo lógico de, ao menos, diminui-la, que é tirando o máximo que puder (separando, se possível) o governo da economia.

Se o agente do estado não tem poder sobre a atividade econômica através das milhares de regulações de poder isso ou não poder aquilo, não vai haver mais margem pra criação de dificuldades pra venda de facilidades.

Se as pessoas querem e votam pra que o governo controle a vida nos seus mínimos detalhes, é natural que os seus agentes abusem desse poder.

Anonymous said...

Acho que são duas coisas, Sol. Um é a excessiva mão do estado na economia, outra a falta da mão do estado na hora de pegar e botar os pulhas na cadeia. Pulha leia-se toda e qualquer pessoa que fizer algo ilegal. Ponto. Incluvive ministro, senador, ex presidente, etc. Não é difícil, basta aplicar as bilhões de leis que temos.

sol-moras-segabinaze said...

Uma coisa tá ligada à outra, porque quem deveria punir também é do governo, então a tendência é o corporativismo dominar e, a não ser que a pressão externa seja grande e o cara não esteja bem nas graças políticas dos seus superiores, poucos corruptos acabarem sendo punidos, realimentando o ciclo.

De vez em quando alguém é punido e oferecido à opinião pública como um bode expiatório, mas os esquemas vão continuar se não atacarem a raiz do problema.

Anonymous said...

Veja o caso Palocci, típica encenação de fancaria. O procurador disse que não há provas para incriminar o víntuplo milionário. Básico: não precisa de prova para abrir uma investigação, bastam indícios. Sol, o cara enriqueceu o património vinte vezes! Quer maior indício do que esse?

sol-moras-segabinaze said...

Pois é, o procurador deve ser brother da galera, muitos interesses em comum (resisti à tentação de colocar cifrões em "interesses").

sol-moras-segabinaze said...

http://oglobo.globo.com/rio/mat/2011/06/06/emenda-constitucional-retira-de-promotores-poder-de-apresentar-acoes-contra-deputados-prefeitos-delegados-924629778.asp

Anonymous said...

A próxima vai ser emenda constitucional retirando de toda e qualquer pessoa o poder de fazer toda e qualquer coisa contra todo e qualquer deputado, prefeito, delegado.
É um país onde a corrupção é garantida por lei.

Anonymous said...

Já tive um Gurgel. Era confiável.

Anonymous said...

Então o cara foi embora para não atrapalhar o governo com a sua inocência? É isso mesmo? Mais uma perguntinha: eles pensam que a gente é burro? Deve ser. É isso que mais me irrita - ao lado da hidrofobia - nos petistas: a presunção de que a verdade está sempre do lado deles. Eles foram tocados por uma luz que transforma seus atos em decisões divinas e inquestionáveis. Até quando são pegos com a boca da botija eles mente. Mas isso todo mundo já sabe.

sol-moras-segabinaze said...

Mentem como se não houvesse amanhã (é pela causa), e se forem pegos com a boca na botija amanhã, continuam mentindo, tudo menos revelar os podres do partido.

Depois, quando a poeira baixa, são premiados pelos serviços prestados (bico fechado).

Anonymous said...

Li que a nova ministra vai ser a Dilma da Dilma. Então ela teria uma Erenice, que seria a Erenice da Dilma da Dilma? Céus, a gente não merece!

Anonymous said...

Aliás, Sol, acho uma certa empulhação esse negócio que venderam pra gente da Dilma ser uma super tocadora de obras. As obras do PAC, que ela tocou, estão em sua maioria dando água, com um monte de atraso, obras paradas, que história é essa de tocadora de obras? E as obras tocadas no governo dela, como Belo Monte estão passando por cima de tudo e de todos pra sair do papel, e não saem.

Anonymous said...

No meio dessa confusão toda liberaram o Daniel Dantas. Coincidência, hem?

Anonymous said...

O líder do PT na Câmara, entrevistado por mocinha bonitinha da Globo, falou horas e horas e horas sem dizer absolutamente nada. Como eles conseguem? Isso é incrível!

Anonymous said...

O discurso petista e aliado foi cuidadosamente ensaiado: 1) o cara foi declarado inocente, (2) saiu para não desgastar o governo e (3) deu todas as explicações necessárias. Nenhuma das três respostas decoradas é verdade. Ele não foi inocentado, porque a função da PGR não é essa, e mesmo assim a PGR aventou a hipótese de mutreta enquanto burocrata; não saiu, foi saído, porque ninguém no governo acredita nele, sem falar na opinião pública; não deu nenhuma explicaçnao necessária, que seria: quem deu o dinheiro pra ele; ele deu o que em troca; a negociação alavancou o que da empresa pagadora? Mas você sabe, Sol, ontem estava todo mundo preocupado com a despedida do seu boneco.

Anonymous said...

Que dia, o de ontem, 8 de junho de 2011. O assassino condenado e fugitivo da justiça italiana foi solto pelo Supremo Tribunal Federal brasileiro. E o homem que aumentou em 2 anos 20 vezes o seu capital, recebendo homenagens do mundo político brasileiro, inclusive da presidente da república. Que país!

Anonymous said...

Brasil. Esconderijo de marginais.

sol-moras-segabinaze said...

O ladrão aplaudido de pé pelos companheiros e o assassino solto pelos companheiros, tudo pela causa dos pobres e oprimidos.

Viva a justiça social.

Anonymous said...

PT. Pode Tudo.

Anonymous said...

O ônibus caiu do viaduto, veio o trem e passou por cima. A vida é dura, caro Sol.

Anonymous said...

Que tal Batistti para ministro da articulação política do governo?

Anonymous said...

José Rainha preso por desvio de dinheiro público. Novidade?

Anonymous said...

Vuuuuuuuuuuuu...Vuuuuuuuuuuuuuuuuuu!

Anonymous said...

tschsq tschsq tschsq tschsq tschsq tschsq tschsq tschsq tschsq.......

sol-moras-segabinaze said...

hehehe

Anonymous said...

Lula diz em campinas que a oposição achincalha o PT. Que nada. Isso o PT faz sozinho.

Anonymous said...

Rainha se diz alvo de perseguição. Petista não pode nem roubar em paz que as pessoas vão logo perseguindo.

Anonymous said...

Onomatopeizemo-nos todos, enquanto o vento desértico passa - vuuuuuuuu!

Anonymous said...

Minha amiga Berê prometeu fazer campanha xô preguiça pra bagaça andar. Estimo!

Anonymous said...

Eles odeiam nós outros. Nossa culpa é ter berço, saber escandir sílabas e não confundir talher de peixe com talher de carne. O pobrema dos pessoal é o complequiso de inferioridade que lhes devora o coração. La invidia los carcome. Uma vez no poder, fazem a unica coisa que sabem. Vociferam e roubam. Não necessariamente...

Anonymous said...

Roubar nos rouba. Quero ver quem vai prender nós. Nós maracuteia.

Arthur Sá Barbosa said...

Que nada a solução e diminuir tanto. O poder que eles. Tem sobre nos