Monday, December 07, 2009

Sobre as minhas ligações 10

O Monsieur Moras (http://raphaelmoras.wordpress.com/) é meu primo-irmão e um pioneiro na utilização do bambu como material pra construção de móveis, objetos variados e, agora, guitarras. Dá palestras por aí espalhando o seu conhecimento. O Igor Taam (http://moscaazul.wordpress.com/) é um cristão botafoguense que também envereda com consistência pelo rock e pelo liberalismo. Tem um texto elegante e trabalha com design. Cultiva uma implicância oceânica com a Ayn Rand, algo comum entre os cristãos, aliás. O http://www.midiaamais.com.br/ me parece a versão mais liberal do Mídia Sem Máscara. Há ali um conservadorismo republicanóide forte, mas a tônica é mesmo o anti-esquerdismo, coisa necessária nesses tempos de hegemonia petista. O Fabio Marton (http://nottupy.blogspot.com/), assim como o Igor, foi um cara que conheci pela internet e com quem estreitei a relação ao vivo, bebendo e discutindo umas e outras. Jornalista radicado em São Paulo, é uma das pessoas cujo pensamento mais se assemelha ao meu. Está escrevendo um livro sobre a sua infância dentro da religião que espero que seja um sucesso.

4 comments:

moscaazul said...

Caríssimo, obrigado pelo linque, mas devo dizer que minha implicância pode ser oceânica, mas não é gratuita. E não tem a ver com cristianismo, mas com filosofia. Qualquer zé das couves, como eu, que tenha prestado atenção nas matérias que ela diz entender, verá que ela não passa de uma picareta. Dona Rand escreveu bons livros? De valor literário, não. Como defesa a certos valores que coincidem com os meus? Definitivamente, mas não passa disso. E ir além é tiro no pé e vergonha intelectual alheia.

sol-moras-segabinaze said...

Gostaria de ouvir uma crítica mais substancial à Rand.

moscaazul said...

Cara, já pus. Já provei que ela não saber ler (post do Kant) e finge que leu, citando outro que também não sabe ler (post Aristóteles). Não sei o que pode ser mais substancial, uma vez que são erros grosseiríssimos da parte dela. Nem um estudante de faculdade de filosofia seria tão pueril quanto essa dona. Tem outro post, o primeiro, que bato na tese egoística dela, além de fatos da vida que só comprovam o fundamentalismo da dona e sua seita. Pode-se elogiar esse ou aquele ponto de uma ficção dela, mas, como te falei, não passa disso. Ela é o Paulo Coelho dos liberais. :)

sol-moras-segabinaze said...

Ok, Igor, não quero desmerecer os seus esforços, mas esqueça a ficção dela (que não li), Kant ou Aristóteles. Se você tiver tempo, tente destrichar esses 4 pontos que compõem o tal sistema filosófico dela:

1 - A realidade existe, independentemente da observação do homem, de seus sentimentos, desejos, esperanças ou medos.

2 - A razão é o único meio do homem para perceber a realidade, sua única fonte de conhecimento, seu único guia de ação e seu meio básico de sobrevivência

3 - O homem, cada homem, é um fim em si mesmo e não um meio para o fim de outros homens. Deve existir em função de seus próprios propósitos, não se sacrificando por outros nem sacrificando outros por ele.

4 - A liberdade, num sistema político onde os homens se tratam como negociantes livres, em trocas voluntárias, com mútuo benefício e nunca como vítimas e executores, senhores e escravos.

Ab